Desbravando a França

29.08.2018

Brazil Lines |

A França é um país que atrai muita gente. Com suas paisagens belíssimas, ótimos vinhos e por ser considerada de primeiro mundo, é natural que algumas pessoas não queiram apenas visitá-la, mas sim arrumar as malas e mudar de vez para lá.

 

Além disso, a França está entre as 10 maiores economias mundiais e conta com 39 empresas na lista das 500 maiores companhias do mundo. Mas, obviamente, que não basta apenas ter a vontade de morar lá, é necessário atender alguns pré-requisitos (como na grande maioria dos outros países).

 

Existem 3 tipos de visto para quem está pensando em fixar residência no território francês. Dois deles são destinados a trabalhadores e estudantes, precisando do reconhecimento do empregador ou da instituição de ensino. Essas duas modalidades de visto não garantem a permanência contínua no país, precisando de renovação anual. Apenas após passar 5 anos ininterruptos residindo na França, legalmente, é que o estrangeiro pode solicitar a residência permanente. Então passa a ter os mesmos benefícios que um cidadão francês nato.

 

A outra modalidade é o Visto de Investimento. Esse tipo é um pouco mais complicado de conseguir, pois as regras são mais exigentes e é necessário desprender uma grande quantia financeira. Para conseguir esta modalidade de visto é necessário ser sócio de alguma empresa no país de origem (no nosso caso, aqui no Brasil), com capital de, no mínimo, 30% e criar ao menos 50 empregos diretos na França. Caso você não seja sócio de alguma empresa mas ainda assim queira ter esse visto, basta investir dez milhões de euros na França.

 

Outras formas de conseguir morar no país europeu, consideradas mais fáceis, são através da concessão de dupla cidadania europeia (para aqueles que tem direito) e do casamento com algum nativo francês, mas não basta apenas a certidão de casamento, é preciso comprovar os laços matrimoniais.

 

Recentemente o Brasil e a França assinaram um acordo que permite que estudantes possam trabalhar durante a estadia no país. Ou seja, agora será permitido que brasileiros que foram estudar na França possam trabalhar, legalmente, para se manter. O mesmo vale para estudantes franceses no Brasil.

 

Mas apesar de ser possível conseguir vistos para morar na França, é preciso ver uma série de fatores. O primeiro é a legalidade, ou seja, não se recomenda que vá de maneira ilegal, pois não conseguirá trabalho de maneira oficial e corre o risco de ser deportado.

 

O segundo fator é o índice de desemprego na França. A taxa está um pouco mais elevada do que o normal, sendo assim, recomenda-se que o brasileiro só saia daqui para morar lá se já tiver um emprego garantido.

 

Mas se você já tem as suas garantias e está louco para morar na França, preocupe-se apenas em arrumar as malas. Deixe a sua mudança por nossa conta. Nossos colaboradores são extremamente eficazes e competentes e, com certeza, cuidaremos das suas coisas como se fossem nossas!

Please reload

DESTAQUES

A voltagem da rede elétrica da sua cidade de destino é 110v ou 220v?

10.05.2019

1/30
Please reload

RECENTES

Please reload

SIGA

  • Instagram ícone social
  • Facebook Long Shadow

FICAMOS  SEMPRE CONTENTES

EM CONHECER NOSSOS LEITORES E COMPARTILHAR CONHECIMENTOS E IDÉIAS 

 

ESCREVA PARA NÓS

+55 (41) 3073 0280

+55 (51) 3474 3445

© Copyright Brazil Lines. Todos os direitos reservados.