Desbravando o Alasca

27.06.2018

Brazil Lines |

Como é época de Copa do Mundo, a Brazil Lines fez textos sobre a Rússia ou sobre as influências russas na cultura brasileira, já que a competição de futebol está acontecendo no país. Porém, seria difícil ligar os EUA à Rússia, já que os norte-americanos não se classificaram para o campeonato e os dois países ocupam posições antagônicas na política mundial.

 

Mas conseguimos encontrar um ponto de união entre os dois: o estado do Alasca!

 

Embora essa parte de terra ao norte do globo esteja ligada ao Canadá, no continente americano, ela já pertenceu aos russos. Sim, é isso mesmo, muito antes de fazer parte dos Estados Unidos, o Alasca era da Rússia. Os norte-americanos adquiriram o Alasca em 1867, após a guerra da Criméia, que havia deixado os russos com um rompo na economia. Sendo assim, aquela porção de terra foi comprada por cerca de sete milhões de dólares.

 

E foi após virar um estado norte-americano que o Alasca começou a se desenvolver, entre 1890 e 1900. Muitos mineradores acreditavam que a região tinha uma grande reserva de ouro e, por isso, resolveram tentar a sorte.

 

Mas, além do ouro encontrado, um outro produto, conhecido como "ouro negro", foi que, de fato, desenvolveu a região. A descoberta de grandes reservas de petróleo no Alasca fez com que muitas empresas do ramo fossem para lá. Isso ajudou a povoar a região e aquecer a economia local.

 

A abundância de petróleo é tanta que o governo do estado paga, literalmente, para que morem lá. Isso acontece por causa das exploradoras de petróleo, que pagam royalties ao governo, que repassa para o povo. A população do Alasca não é tão grande, são cerca de 700 mil habitantes que recebem, em média, 2 mil dólares anuais por viverem lá.

 

Mas, se você se animou e está pensando em se mudar imediatamente, saiba que não é tão fácil conseguir esse dinheiro, já que existem regras para recebê-lo. O primeiro passo é óbvio, você deve morar no Alasca. Aqui vale lembrar que, por se tratar de um estado norte-americano, as regras para conseguir um visto de residente não são tão fáceis. O segundo passo é comprovar o vínculo de residência no Alasca por tempo indeterminado, ou seja, não dá para ir morar lá por um tempo para receber o benefício, é preciso ficar lá, no mínimo, um ano para se habilitar.

 

E, apesar das belezas naturais, das auroras boreais e da vasta vida animal, a vivência no Alasca não é tão fácil. Se você não gosta de frio, não se arrisque. Apesar de ter um verão relativamente quente, o inverno é muito rigoroso, com muito gelo, neve e vento. No inverno também não há muita incidência de luz solar, já que, devido a posição geográfica, existem dias em que o sol não aparece, ou aparece muito pouco. Já no verão, o efeito é inverso, com o fenômeno conhecido como o "sol da meia-noite", quando o céu, praticamente, não escurece.

 

Mas, se apesar disso, você já decidiu e quer se aventurar no Alasca, preocupe-se apenas em arrumar as malas. Deixe a sua mudança por nossa conta. Nossos colaboradores são extremamente eficazes e competentes e, com certeza, cuidaremos das suas coisas como se fossem nossas!

Please reload

DESTAQUES

A voltagem da rede elétrica da sua cidade de destino é 110v ou 220v?

10.05.2019

1/30
Please reload

RECENTES

Please reload

SIGA

  • Instagram ícone social
  • Facebook Long Shadow

FICAMOS  SEMPRE CONTENTES

EM CONHECER NOSSOS LEITORES E COMPARTILHAR CONHECIMENTOS E IDÉIAS 

 

ESCREVA PARA NÓS

+55 (41) 3073 0280

+55 (51) 3474 3445

© Copyright Brazil Lines. Todos os direitos reservados.