Relacionamentos Afetivos e Imigração



Eu lembro com se fosse hoje, sempre falei com meu esposo em morar fora, eu queria morar fora, mas o dia que o meu ele recebeu a proposta para gente mudar de país foi como se o mundo tivesse parado por uns minutos. Eu respirava tensa do outro lado do telefone enquanto ele me dizia: “quando eu chegar em casa a gente conversa e você me diz o que acha.”

Eu queria mudar, mas por algum motivo só via o que eu ia perder: minha família, meus amigos, meu trabalho. Por um momento eu tornei esse processo completamente individualista e egoísta e essa foi a pior escolha que eu poderia ter feito. Os dias entre a decisão e a mudança foram de contrastes, entre expectativa e uma ideia que rondava a minha mente de “por que estou fazendo isso?”

Chegou o dia de ir embora. Entre malas e lágrimas, sonhos e medos, embarcamos para a primeira aventura como imigrantes. Meu esposo ia trabalhar na Argentina e eu, nesse momento, tinha decidido acompanhar ele. Ao chegar na terra dos hermanos me senti perdida, com o idioma, a cultura, sem amigos, sem saber por onde começar. Até que depois de 3 meses tive uma mudança de mentalidade que mudou nossa vida completamente: eu não estava na Argentina acompanhando meu marido. Eu estava lá porque eu havia escolhido, eu estava lá para criar uma história para mim e juntos viver uma nova experiência.

A partir daí a imigração teve outro peso e outro processo: ela era em conjunto e nós dois estávamos aprendendo. Parei de ver o que eu tinha deixado para trás e comecei a enxergar o que eu tinha pela frente: oportunidade de aprender um novo idioma, de trabalhar em algo novo, de fazer novos amigos e me tornar ainda mais próxima do meu esposo (afinal entre chegar na Argentina e conseguir fazer amigos, ele era meu único acompanhante nos programas mais diversos).

O processo de se sentir bem na imigração é individual, mas não individualista. Trabalhe em si mesmo para se sentir bem, mas, quando feito em família, a imigração de sucesso sempre será um trabalho em conjunto.

_________

Talitha Vergara

Psicóloga e Imigrante

Instagram: @talivergara

PARANÁ 
Rod. BR 116, 17817 (Linha Verde)

81.690-310 - Curitiba-PR
 

(41) 3073-0296 - WhatsApp

RIO GRANDE DO SUL

Rua São Leopoldo, 309

93.216-460 - Sapucaia do Sul-RS
 

(51) 3474-3445 - WhatsApp

SANTA CATARINA
(48) 3036-0428 - WhatsApp

DEMAIS REGIÕES

(41) 3073-0296 - WhatsApp